Archive for março 2019

Aquecimento global: o que é e como você pode contribuir para minimizar os impactos

floresta desmatada

Certamente, você já ouviu falar em aquecimento global algumas centenas de vezes em sua vida. Mas você sabe o que é exatamente o aquecimento global, o motivo dele ocorrer e também como você pode ajudar a minimizar os impactos dele?

Se você não sabe, não se preocupe, vamos esclarecer todas as suas dúvidas sobre o aquecimento global nesse artigo. Confira abaixo.

O que é Aquecimento global?

O aquecimento global, como o próprio nome sugere, é o aumento da temperatura da Terra ao longo dos anos, décadas, séculos e milênios.

Esse é um efeito tipicamente natural do nosso planeta, que passa por ciclos contínuos de aquecimento e resfriamento.

O problema quando falamos desse fenômeno, é o quanto que as ações provocadas pelos seres humanos está contribuindo negativamente para acelerar esse processo.

Para se ter uma ideia, o século 20 foi o que teve o maior aumento do aquecimento global desde o fim da última era glacial, que terminou há cerca de 12 mil anos.

Esse acontecimento ocorreu devido ao surgimento da ‘era industrial’, ocorrida no século passado e desde então, continua aumentando drasticamente com o passar dos anos.

O problema do aquecimento global em um ritmo tão acelerado provocado pela humanidade é que os animais e plantas do nosso planeta não conseguem se adaptar na mesma velocidade do aumento do aquecimento. Em outras palavras, se o aquecimento global não for freado o mais breve possível, poderemos ver a extinção de muitas plantas e animais, assim como também, muitas doenças atingindo os seres humanos.

Animais da base de nossa cadeia alimentar e também plantas sendo extintas trazem um efeito em cascata devastador para toda a humanidade.

Imagine o seguinte:

  1. A planta que alimenta um animal da base da cadeia alimentar deixa de existir;
  2. Esse animal por sua vez, não consegue se adaptar rapidamente para consumir outro tipo de planta e também é extinto;
  3. O animal maior que se alimentava desse animal menor não pode mais se alimentar pois aquele animal foi extinto por falta de alimento. Consequentemente ele também é extinto;
  4. O animal maior que o outro e que se alimentava dele também não tem mais alimento agora. Enfim, doenças vão surgindo, tanto o ser humano quanto os animais passam a ficar mais vulneráveis, e todos saem perdendo nesta batalha contra o crescimento desenfreado das cidades.

Como minimizar o Aquecimento global?

O nosso planeta tem ‘sistemas de proteção’, quando o ambiente se torna muito quente, ele entra em uma era glacial (que dura milhares de anos) para se ‘resfriar’. Como dito, isso é algo que acontece naturalmente com o nosso planeta. Ao longo da sua existência, as eras glaciais já ocorreram várias vezes.

O problema é que devido à intervenção humana, como a poluição de mares, rios, ar, desmatamento e tantas outras coisas, isso está ocorrendo de maneira muito rápida e frequente. Para se ter uma ideia, o aquecimento global previsto para ocorrer em mil anos, ocorreu em menos de 100 devido à ação humana.

Nessa velocidade, em poucos séculos entraremos em uma nova Era Glacial.

Por isso, algumas atitudes devem ser tomadas, dentre elas:

  • Diminuição da poluição do ar, diminuindo assim o efeito estufa;
  • Diminuição do desmatamento;
  • Reflorestamento de áreas desmatadas;
  • Reciclagem mais efetiva;
  • Diminuição do consumo de carne bovina. Os gases liberados por bovinos é um dos grandes causadores do efeito estufa;
  • Diminuição do consumo de plástico como sacolas plásticas, canudos e copos descartáveis.

fumaça densa poluindo o ar

Quando falamos em geração de energia, o ideal seria que passássemos a utilizar mais as fontes de energia renováveis, como a energia solar e a energia eólica. No mundo, ainda é muito utilizado as hidroelétricas, termoelétricas e aquecimento a gás, principalmente nos países mais frios. Se a sua casa também precisa de aquecimento, entre em contato com uma empresa especializada em instalação de aquecedores a gás.

Esses são apenas alguns exemplos do que podemos fazer para minimizar os efeitos do aquecimento global. Como visto, até atitudes simples do seu dia a dia podem contribuir para ajudar o planeta e as gerações futuras.

Tratamento de água: conheça quais são as etapas para torná-la potável

garrafa de agua para beber

Para que a água possa ser utilizada para o consumo humano, ela precisa passar por uma série de etapas necessárias à sua purificação para então, se tornar potável. Nessas etapas, acontece o que conhecemos como tratamento de água, com o intuito de torná-la limpa e inodora, recebendo substâncias essenciais e retirando resíduos prejudiciais à saúde, configurando assim uma água que pode ser usada nas atividades diárias humanas sem nenhum tipo de contaminação, sendo armazenada e distribuída para a população.

Vamos agora conhecer as etapas do processo de tratamento de água de uma cidade.

Captação

O primeiro processo que dá início ao tratamento de água se chama captação, onde a água é retirada de seus reservatórios naturais, sendo eles rios, lagos ou ainda represas. Para que água possa ser retirada, é utilizado um conjunto de grandes tubos que leva a água coletada para tanques em estações de tratamento. Nas estações de tratamento, a água irá passar por outros procedimentos.

Vale lembrar ainda que, antes que entre nos tanques, ela é separada de grandes resíduos através de grades de proteção que impedem a passagem desses materiais, deixando a água passar apenas com resíduos pequenos que serão retirados posteriormente com outros processos.

Coagulação

O segundo procedimento é a coagulação, onde a água armazenada em tanques é adicionada de um sal conhecido como sulfato de alumínio, ou ainda de sulfato férrico. Essas substâncias adicionadas a água tem a capacidade de formar flocos gelatinosos na sua superfície, coagulando todos os resíduos menores que estiverem dentro da água, permitindo a retirada de todas as substâncias visíveis a olho nu.

Floculação

O terceiro processo é a floculação, onde a água é direcionada para outros tanques especiais que receberão um polímero que ajudará a coagular, agora, os flocos formados pelo processo de coagulação, fazendo com que virem placas mais firmes, maiores e pesadas, possibilitando a sua retirada com ainda mais facilidade e efetividade.

Decantação

O quarto processo é a decantação, onde a água irá ser direcionada para outro tanque onde ficará em repouso por um bom tempo até que os flocos formados pela processo anterior se depositem no fundo dos tanques e possam de fato ser retirados. Os demais processos que antecedem a decantação, têm o mesmo objetivo, tornar mais fácil o processo de retirada dos resíduos visíveis, mas é só na decantação que a retirada propriamente dita acontece.

Filtração

A filtração serve para retirar o restante das impurezas que sobraram na água após o processo de decantação, onde a água atravessa um filtro grande formado por areia, carvão ativado e cascalho.

Fluoretação

Depois de todo o processo de separação de substâncias prejudiciais à saúde que havia na água, chegou o momento de colocar outras substâncias essenciais que fazem bem à saúde e precisam estar inseridas como propriedade da água potável. Primeiro, no processo conhecido como fluoretação, é inserido o ácido com flúor, para auxiliar na prevenção de cáries da população.

Cloração

A outra substância que será adicionada na água é o cloro, em formato de sal, com o objetivo de eliminar agora as impurezas que não são vistas a olho nu, sendo elas os micro-organismos presentes na água e que podem apresentar certo risco à saúde humana.

mulher tomando banho

Correção do PH da água

O penúltimo processo é a correção do PH, ou nível de acidez, da água. Nesse momento, é adicionado à água o hidróxido de cálcio, com o intuito de diminuir o nível de acidez do meio.

Armazenamento e distribuição

Por fim, a água já está pronta para ser armazenada em reservatórios e distribuída de forma adequada para toda a população por meio de tubos especiais e canos de grande porte, chegando à tubulação das residências e abastecendo todas as casas, sendo então chamada de água potável.

Gostou deste artigo? Se você, por algum motivo, suspeita que haja algum vazamento de água nas tubulações da sua casa, não deixe de chamar o mais rápido possível, uma empresa de caça vazamentos, que irá rapidamente identificar qualquer tipo de problema que possa estar ocorrendo na sua residência.

Estilo Luis XV: saiba mais sobre esse estilo de decoração

sala de estar decorada

No mundo da moda não raro surgem tendências. Os estilos vão e voltam e dia após dia surge algo novo que ajuda a estilizar a forma que nós nos vestimos. Saiba que no mundo do design de interiores as coisas funcionam da mesma maneira, os designers de móveis e decorações também seguem tendências, porém existem aqueles modelos atemporais, cujo passar do tempo se tornam mais bonitos e charmosos.

O estilo Luis XV é um desses estilos atemporais que, com o passar do tempo, dão mais sutileza e sofisticação ao ambiente de qualquer casa ou apartamento. Confira abaixo o que escrevemos sobre esse estilo que não pode faltar em sua casa.

O que é o estilo Luis XV e como ele pode ser caracterizado?

Pode-se compreender o estilo Luis XV como um estilo de decoração que surgiu no século XVIII e é considerado um clássico da decoração moderna. Isso porque o estilo francês esbanja muita sofisticação de forma sutil, sendo assim um estilo atemporal que agrega muito valor às mobílias atuais.

É muito fácil de perceber nos modelos de móveis com o estilo Luis XV uma rigidez e austeridade, sendo assim características marcantes deste estilo. Outra característica importante e fácil de ser percebida nesse estilo, são as cores brandas, cores essas que geralmente ficam em torno de tonalidades neutras.

Alguns dos materiais que aparecem com maior frequência no estilo são: o mármore, presente em tampos de mesas e os variados tipos de madeiras (nogueira, carvalho, amaranto e muitos outros) que, unidos à aplicação do bronze ajudam a embelezar e criar uma peça de estilo único. Outro detalhe importante utilizado nesse estilo, são os pés cabriolet, além do uso de conchas, flores e folhagens nas peças, sendo quase extinto o uso de linhas retas.

Onde encontrar móveis no estilo Luis XV?

Atualmente, está muito mais fácil encontrar mobílias no estilo Luis XV aqui no Brasil. É possível que você encontre em lojas especializadas em estilos clássicos de mobílias, lojas mais modernas e até na internet, tudo depende de onde você está procurando. Inclusive, caso você queira comprar móveis online, consegue encontrar este estilo em sites de móveis seminovos em excelente estado.

Mas caso você esteja no berço do estilo Luis XV, na França, você pode participar de várias feiras de vendas de mobílias que existem no país. Existem algumas muito famosas que conseguem reunir aproximadamente 10 mil expositores em um mesmo lugar. Sem dúvidas vale a pena conferir.

Mas caso você esteja no Brasil e não deseja esperar por essas feiras, você pode procurar pelos chamados “brocantes”, que podem ser lojas ou pequenas feiras de vendas de móveis realizadas aos finais de semana.

quarto em estilo antigo

Como surgiu o estilo Luis XV

O tão elegante estilo decorativo de Luis XV, surgiu entre os anos de 1730 e 1760, durante o seu reinado na França. Movimento claramente influenciado pelo estilo rococó (pós-barroco), e pela importância que a figura feminina começava a ganhar na época, esbanjando assim simetrias leves e delicadas com cores neutras. Possivelmente, uma das maiores influenciadoras da época, foi a amante do rei, Madame Pompadoour, que o incentivava a estimular as produções artísticas.

O rococó chegou ao Brasil pelos portugueses, e de lá para cá o estilo se espalhou pelo mundo, sendo uma das principais referências no tocante ao design de interiores. Sim, é fortemente utilizado em ambientes que desejam passar leveza e sofisticação.

Como utilizar o estilo Luis XV

Por se tratar de um modelo atemporal, sempre é possível combinar o estilo Luis XV em um ambiente da sua casa, trabalho ou algo do tipo. Não raro, é possível ver a mistura das peças do estilo francês associadas a outros estilos mais modernos de móveis. Use a sua imaginação e faça ótimas combinações.

Acesse a loja da Decor Sale e confira a grande variedade de móveis novos e seminovos em estilo Luis XV.

Como otimizar a performance do seu celular

Muitas pessoas se frustram nos primeiros meses de uso de um celular porque identificam perda de performance. Afinal, o uso contínuo e a instalação de aplicativos muitas vezes pode desacelerar (ou até mesmo) provocar dificuldades no uso de aplicativos.

Por isso, nós da Revista Espaço Ética, criamos este artigo para te ajudar a recuperar o desempenho do seu smartphone.

Os celulares, como computadores, são propensos a ter perda de performance com o passar do tempo. Isso se deve a uma série de fatores que são comuns entre os geeks, tais como instalação de aplicativos, consumo anormal de memória e até mesmo bugs nos sistemas operacionais.

Neste artigo, vamos visualizar algumas formas de melhorar seu desempenho. Lembre-se que você pode sempre nos contatar através dos comentários em caso de qualquer dificuldade. Aproveite e também compartilhe este artigo com seus amigos!

Desinstale aplicativos que você não utiliza

Aplicativos instalados no Smartphone

Você não quer permitir aplicativos que você nunca usa ocupe o espaço precioso em seu dispositivo, e assim, acabar com os recursos de hardware.

Dê uma boa olhada longa na lista de aplicativos e identifique os que não são úteis para você. Se você está com dúvida sobre o que qualquer um deles faz, talvez não seja tão útil assim. Para ficar com a consciência tranquila, procure em sistemas de busca como o Google sobre o que se trata.

Certifique-se de que está atualizado

O software mais recente, muitas vezes, contém correções de bugs e melhorias gerais e pode ajudar o seu dispositivo a gerenciar melhor seus recursos. Por isso, é sempre bom investir seu tempo na atualização de seus aplicativos.

A mesma lógica se aplica aos aplicativos, verifique constantemente se há alguma atualização em seus aplicativos.

Restauração de fábrica

Este é um passo drástico, mas alguns especialistas em reparos de celular recomendam que você faça um reset de fábrica de tempos em tempos, se você quiser que o seu dispositivo funcione em estado de ponta-top.

O reset de fábrica, na verdade, remove todos os aplicativos e configurações instaladas e retorna a instalação inicial do aparelho.

Limpe a área de tarefas do seu aparelho

Se gosta de usar o papel de parede animado em sua área de trabalho, é uma boa hora para considerar substituí-lo por uma boa imagem estática. Imagens animadas consomem recursos extras em qualquer dispositivo, independente de sua plataforma e sistema operacional.

Você também deve limpar todos os ícones não usados e limitar os seus widgets para o essencial. Quanto menos desorganizado a sua tela de casa é, melhor em termos de desempenho.

Limpe os dados do cache

Os dados em cache ajudam a melhor a velocidade de aplicativos, mas podem acumular ao longo do tempo um espaço desnecessário na memória, e potencialmente, haverá dados em cache que não são mais úteis.

Algumas vezes limpar dados em cache para um aplicativo também pode ajudar a limpar o comportamento instável.

Desligue ou reduza a auto-sincronização

A maioria de nós acaba adicionando uma lista de diferentes contas para nossos dispositivos e nós permitimos que eles sincronizem automaticamente para puxar novos dados e nos fornecer atualizações.

Toda esta sincronização tem um grande impacto no desempenho e também no consumo de bateria.

Você pode ir às configurações e encontrar auto-sincronização em contas e simplesmente desligá-lo. No entanto, aconselhamos verificar o impacto disso antes de realizar o procedimento.

Talvez, você possa apenas reduzir a frequência de sincronização e remover contas que você realmente não precisa. Para muitos aplicativos, como o Facebook e Instagram, você precisa apenas acessar as configurações do aplicativo e reduzir a frequência de sincronização.

Conclusão

Ter um celular em pleno funcionamento pode ajuda-lo nas mais diversas áreas da sua vida. Por isso, nossas dicas podem ajuda-lo a recuperar o desempenho perdido durante longos tempos de uso.

Caso tenha qualquer dúvida, você pode nos consultar através da barra de comentários abaixo. Aproveite e compartilhe também este artigo.